quinta-feira, 10 de novembro de 2016

// //


EI MUVUQUEIRO!

Por conta da paralisação dos servidores e da ocupação da UFPA por estudantes contrários à PEC 55/2016, a programação do último dia da Muvuca na Cumbuca, foi remanejada para o auditório do IESAM, na Av. Gov. José Malcher, 1148. As palestras irão começar a partir das 14h.

Se liga no horário de cada palestra:
  • 14:00h, Roger Elarrat (TV Cultura): Jornalista e diretor de cinema, TV e publicidade. Trabalha na criação de pilotos e direção de projetos especiais na TV Cultura do Pará, como a criação e direção de aberturas de programas, vinhetas, campanhas de programações especiais, além da direção semanal de programas como “Serenata Dum-dum”, “Arquivo Cultura”, “Cultura.doc”. Roger dirigiu diversas produções independentes, entre elas, o curta-metragem “Juliana contra o Jambeiro do Diabo pelo coração de João Batista”, vencedor do edital MINC 2009 e lançado no Festival de Cannes de 2012. O diretor já tem dois projetos aprovados para 2017: ele roteirizou e dirigiu o longa metragem vencedor do edital do MinC (Longa B.O.), “Do fundo dos rios, Nirvana”, e a série “Sacoleiros S/A”, vencedora da chamada pública da Ancine, com 13 episódios de 26 minutos cada.

  • 15:15h, Henrique Silveira (Mídia Ninja): Produtor Cultural, faz parte da Casa Fora do Eixo de Macapá. E fotógrafo no Coletivo Mídia Ninja, rede de comunicadores que produzem e distribuem informação em movimento, agindo e comunicando, apostando na lógica colaborativa de criação e compartilhamento de conteúdo, característica da sociedade em rede, para realizar reportagens, documentários e investigações no Brasil e no mundo, além de atuar como videomaker. Henrique também é responsável pela produção dos festivais "Quebramar" (2011,2012, 2013); "Grito Rock América Latina" (2011, 2012, 2013); "VII Fórum PanAmazônico" (2014). Coordenou o "Grito Rock Mundo (edição Amapá), de 2011 a 2014. Além disso, foi assistente de produção no clipe "Proposta Indecente" da cantora paraense Aíla Magalhães em 2013 e no curta Diário Tucuju, do cineasta Chico Serragrande com coprodução Rio de Janeiro/Amapá.

  • 16:30h, Carla Lemos (Blog Modices): Criadora do blog Modices, uma plataforma independente de moda, cultura e empoderamento. O blog é uma plataforma sobre moda, cultura e um dos veículos digitais pioneiros na produção de conteúdo de moda original. Em 2016, o Modices se tornou propositalmente um veículo feminista, usando seu espaço para promover a representatividade e o empoderamento através da moda. Carla é formada em Moda e Publicidade, se especializou em jornalismo de moda, consultoria de imagem e marketing digital. Já foi personal stylist de atrizes globais, blogueira convidada da novela Verdades Secretas, teve participações nos programas da Rede Globo Esquenta e Encontro com Fátima Bernardes, além de cobrir semanas de moda internacionais como NYFW (Semana de Moda de Nova York) e LFW (Semana de Moda de Londres). Em 2014 foi condecorada pela ALERJ por seu trabalho de promoção da moda carioca. 

A Muvuca na Cumbuca apoia totalmente a ocupação contra a PEC 55/2016, que e uma proposta de ementa constitucional que limita os gastos públicos em educação e saúde por 20 anos, mesmo com o crescimento populacional e inflacionário.

Então Muvuqueiro anota na agenda e se prepara para o último dia de programação da Muvuca.



// //

A Muvuca na Cumbuca 2016 começou! Ontem, pela manhã, muitas pessoas compareceram ao credenciamento e à primeira mesa de debate, no bloco F da UFPA. O Credenciamento começou bem agitado e com muita energia por parte da (des)Organização e, principalmente, dos muvuqueiros, que puderam escolher as oficinas que desejavam.

A mesa de abertura da Muvuca na Cumbuca 2016, foi “O mercado em movimento: As novas formas de trabalho na atualidade”, composta por Lívia Magno da Jokerman Belém; Paulo Falcão da CA Comunicação e Marina Chiari (UNAMA/Casa OIAM) e foi mediada pelo meu (des)Organizador Lucas Melo. A mesa abordou sobre as novas formas de trabalho e quem estava recebeu ótimas dicas em relação aos tipos de clientes que serão encontrados por aí; como serão futuros trabalhos e como eles possivelmente estão ligados às redes sociais. O mais lembrado pelos participantes da mesa é que devemos fazer o que gostamos de fazer.


Tivemos pausa para almoço e na parte da tarde aconteceram mais 4 mesas de debate.


A mesa “AFROntando: Representatividade Negra na Atualidade” foi composta por Aissa Matos (Coletivo ParAfrica); Katiana Oliveira (Coletivo Consciência Negra); Odalicia Oliveira (Prof. Esp. em Cultura Negra) e Flávia Ribeiro (CEDENPA) e teve mediação do (des)Organizador Jobs Machado.  Foi abordado sobre temas como tratamento e marginalização dos afrodescendentes, além do excesso de opressão que podem causar impactos psicológicos e sociais grandes. Resistência também foi um dos assuntos comentados.


A mesa “Entre o Certo e o Errado - A ética na Comunicação” contou com Denilson d’Almeida (Diário do Pará); Bernardo Aquino (Libra Design), Orlando Simões (IFPA/Revista Ponto Zero) e Sávio Fernandes (Prof. Msc. em Design/UEPA) mediada pelo (des)Organizador Luiz Vilhena. A mesa abordou temas como o mercado de trabalho para o profissional do design; ética no jornalismo; questões relacionadas ao “freelancer”, que ainda e visto como amador e não como profissional; Foi destacado também sobre os baixos salários do profissional de comunicação e sobre a contratação dos mesmos recebendo valores inferiores ao piso, além da importância da relação entre cliente e profissional.

A mesa “Eu posto, tu postas, nós compartilhamos: A colaboratividade nas redes sociais” teve Diego Cruz (i9 Mais Comunicação); Jéssica Rodrigues (Novelo Lab) e Larissa Carrera (FEAPA) e foi mediada pela (des)Organizadora Natalie Santana. A mesa abordou a questão do mercado publicitário e os avanços tecnológicos, em que o cliente passa a ter voz; Redes colaborativas e engajamento e mobilização via facebook



A mesa “Manda Nudes: A Nudez na Contemporaneidade foi composta por Matheus Aquino (Projeto Admitir); Ivana Oliveira (UNAMA) e Marcus Dickson (Estácio FAP) e foi mediada pelos (des)Organizadores Jobs Machado e Lucas Melo. Na mesa os muvuqueiros presentes puderam refletir sobre as questões relacionadas ao envio de nudes e quais proporções isso pode ter, sendo estes positivos ou negativos, e em como o nude consegue aumentar a estima de uma pessoa e se tornar um objeto de apreciação pessoal grandioso.


Curtiu? Mais tarde sai o post com o que rolou no segundo dia de Muvuca e nas oficinas. Amanhã a cumbuca encerra no auditório do IESAM, na Av. Gov. José Malcher, 1148, a partir das 14h, com as palestras de Roger Elarrat, jornalista e diretor de cinema; Henrique Silveira, fotógrafo e integrante do Coletivo Fora do Eixo e Mídia Ninja e a Carla Lemos, publicitária criadora do blog "Modices". Ainda podes adquirir teu passaporte para as palestras.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

// //
Nossa Belém é cheia de pessoas com diversos pontos de vista sobre tudo que envolve o campo da Comunicação, o que mais poderíamos fazer se não chamar toda essa galera para bater um papo na Cumbuca? As mesas de debate têm como objetivo estimular a discussão e a troca de ideias entre profissionais e muvuqueiros. Durante o primeiro dia da Muvuca na Cumbuca 2016, dia 09/11, teremos uma parte da manhã e à tarde destinada a essa troca de ideias. As mesas acontecerão no Bloco F, do setor básico. 

As mesas estão inclusas no Muvucombo (Palestras + mesas + oficinas + mostra acadêmica + muvuparty) e no Muvulight (Palestras + mesas + mostra acadêmica). Depois de fazer o teu credenciamento, dia 09/11 (09h-18h), podes participar de qualquer uma das mesas da programação. As 5 mesas de debate acontecerão no dia 09/11, sendo que sempre estarão sendo realizadas duas simultaneamente, com exceção da mesa do turno da manhã, então escolha a que você vai assistir com sabedoria, ou com o coração!

Mesas
Manhã (10h às 12h)

O mercado em movimento: As novas formas de trabalho na atualidade”
Componentes da mesa: Lívia Magno (Jokerman Belém); Paulo Falcão da CA Comunicação e Marina Chiari (UNAMA/Casa OIAM). 

O mercado está sempre em processo de mudança. Novas formas de trabalho surgem e substituem ou transformam as mais tradicionais. São diversos os fatores que influenciam as mudanças, podendo ser tanto econômico como tecnológico e cultural. Com isso, os profissionais e as empresas precisam adequar-se a esse novo cenário do mercado. No entanto, quais são as principais mudanças que estão ocorrendo? Como os profissionais e empresas podem se adequar a essas transformações que vêm ocorrendo na atualidade? Quais as tendências para o futuro?  

Tarde (mesas simultâneas de 14h às 16h)

Entre o Certo e o Errado - A ética na Comunicação”
Componentes da mesa: Denilson d’Almeida (Diário do Pará); Bernardo Aquino (Libra Design), Orlando Simões (IFPA/Revista Ponto Zero) e Sávio Fernandes (Prof. Msc. em Design/UEPA)

Comunicar exige cautela. Espalhar e compartilhar notícias falsas são um ponto negativo da comunicação. A divulgação de fotografias em jornais policiais muitas vezes são criticadas pelo seu conteúdo. Os diferentes preços cobrados pelos freelancers também são um ponto de discussão no mercado. Então, quais os limites do comunicador? O que levar em consideração ao cobrar por serviços freelancer?  

AFROntando: Representatividade Negra na Atualidade”
Componentes da mesa: Aissa Mattos (Coletivo ParAfrica); Katiana Oliveira (Coletivo Consciência Negra); Odalicia Oliveira (Prof. Esp. em Cultura Negra) e Flávia ribeiro (CEDENPA).

Apesar de sermos uma nação miscigenada, brasileiros com afrodescendência sofrem preconceito e discriminação diariamente e as mídias são de suma importância para desconstruir preconceitos, estereótipos e a imagem marginalizada que negros tem na sociedade, porém, a mesma afirma mais do que desconstrói a imagem marginalizada e discriminada a qual o negro tem, e a mesa de debate AFROntamento vai discutir e analisar como está essa representação negra nas mídias e como as mesmas podem distorcer e/ou contribuir. Mas e você? O que acha sobre isso? Está pronto para AFROntamento?

Tarde (mesas simultâneas de 16h às 18h)

Eu posto, tu postas, nós compartilhamos: A colaboratividade nas redes sociais”
Componentes da mesa: Diego Cruz (i9 Mais Comunicação); Jéssica Rodrigues (Novelo Lab) e Larissa Carrera (FEAPA).

Quantas vezes você já compartilhou algo no Facebook para ajudar? E participou de Tags no Twitter pra ajudar uma causa? Todo mundo já fez isso pelo menos uma vez, e é sobre esse fenômeno que vamos falar nessa mesa. Nossos convidados vão falar sobre como as pessoas estão usando as redes sociais, o que elas apoiam, no que participam e criticam. 

Manda Nudes: A Nudez na Contemporaneidade”
Componentes da mesa: Matheus Aquino (Projeto Admitir); Ivana Oliveira (UNAMA) e Marcus Dickson (Estácio FAP)

A nudez se faz presente em nossa sociedade desde Adão e Eva, com o passar dos anos se tornou atrativo. Durante o Renascimento foi instrumento de inspiração para artistas que usaram a nudez como forma de retratar o belo, no que tange a estética da arte e imagem.
Na comunicação social, a Nudez é considerada um objeto de trabalho vulgar, de cunho abusivo e exploratório, para muitos é ofensivo ver algo que poderia ser seu sendo estampado em capas de revistas, anúncios publicitários, produções fotográficas e etc. Porém há quem admire e afirme que cada um é possuidor de seu domínio corporal e há beleza em tornar o bem físico alheio em produto cultural para apreciação estética, sem expor seus preconceitos em questão a exposição feminina e masculina, as quais divide opiniões sobre o porquê do corpo da mulher pode ser público mas o do homem não.


A gente se encontra na Muvuca na Cumbuca 2016

// //
A Muvuca começa quarta-feira, 09/11, e há algumas orientações. Esse ano, o evento vai acontecer assim: na quarta-feira, dia 09/11, o credenciamento começa a partir das 09h no bloco F da UFPA. Chegue cedo para poder garantir vaga nas oficinas, que são limitadas. No credenciamento, tu precisarás apresentar o teu passaporte ou comprovante de pagamento, caso tenhas comprado pelo Sympla. 

Se tiveres Muvucombo, teu nome já vai para a lista de entrada na festa, que será no dia 12/11, no Studio Garden. Fica atento: Sempre que fores participar de alguma programação, tens que ter tua credencial em mãos, pois a (des)Organização não irá aceitar a entrada de pessoas sem identificação nos locais, principalmente nas palestras. Em caso de perda de credencial ou algo parecido, tens que passar no QG da (des)Organização, pra resolveres esse probleminha.

De 10h às 11:45h vai acontecer a primeira mesa de debate da programação, com o tema “O Mercado em Movimento: Novas Formas de Trabalho na Atualidade”, composta por Lívia Magno (Jokerman Belém), Paulo Falcão (CA Comunicação) e Marina Chiari (UNAMA/Casa OIAM). Teremos intervalo para almoço entre as 12 e as 14h e, pela parte da tarde, teremos mesas simultâneas. Às 14h vão rolar as mesas “Entre o Certo e o Errado - A ética na Comunicação” com Denilson d’Almeida (Diário do Pará), Bernardo Aquino (Libra Design), Orlando Simões (IFPA/Revista Ponto Zero) e Sávio Fernandes (Prof. Msc. em Design/UEPA), e “AFROntando: Representatividade Negra na Atualidade com Aissa Matos (Coletivo ParAfrica), Katiana Oliveira (Coletivo Consciência Negra), Odalicia Oliveira (Prof. Esp. em Cultura Negra) e Flávia Ribeiro (CEDENPA). De 16h ás 17h45, ocorrerão as mesas “Eu posto, tu postas, nós compartilhamos: A colaboratividade nas redes sociais” com Diego Cruz (i9 Mais Comunicação), Jéssica Rodrigues (Novelo Lab) e Larrisa Carrera (FEAPA), e “Manda Nudes: A Nudez na Contemporaneidade com Matheus Aquino (Projeto Admitir), Ivana Oliveira (UNAMA) e Marcus Dickson (Estacio FAP).

O segundo dia de evento, 10/11, vai ser também na Universidade Federal do Pará. Será um dia inteiro destinado às oficinas, que ocorrerão entre 9h e 17h, com intervalo para o almoço de 12h às 14h. No ato do credenciamento você poderá escolher a oficina da qual deseja participar. Como será apenas um dia de oficinas, os participantes só poderão escolher uma entre as 13 opções de oficinas, que ocorrerão nas salas do ILC (Instituto de Letras e Comunicação) e do Bloco F do campus básico.

O último dia, 11/11, será destinado às palestras. Por conta da Paralisação Nacional dos Técnicos, que estará ocorrendo na UFPA, e da Ocupação da Reitoria por parte dos estudantes, as palestras serão na Estácio Iesam (Av. Governador José Malcher, 1148). O primeiro palestrante é o Roger Elarrat, jornalista e diretor de cinema, de 14h às 15h15. Em seguida tem Henrique Silveira, fotógrafo e integrante do Coletivo Fora do Eixo e Midia Ninja de 15h15 às 16h30 e encerrando nosso ciclo de palestras tem a Carla Lemos, publicitária e uma das responsáveis pelo blog "Modices", de 16h30 às 18h.

Neste ano, a Semana de Comunicação da UFPA 2016 vai encerrar apenas no dia 12, sábado, com a Movie Party: Velvet Goldmine, parceria da Muvuca com o Studio Garden (R. Pres. Pernambuco, 277 - Batista Campos). A festa começa às 21h e quem garantiu o Muvucombo vai poder entrar de graça até 22h30.

Ah, se tiveres aula ou estágio nos dias do evento, podes mandar um e-mail com teus dados para muvucanacumbuca@gmail.com que a gente faz uma declaração de participação. Então é isso, muvuqueiro! É só seguir essas orientações para ninguém se perder nessa cumbuca.


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

// //
Te prepara, muvuqueiro, que esse ano a nossa cumbuca veio com tudo! A nossa última palestrante será ninguém mais, ninguém menos que a Carla Lemos, criadora do blog Modices.

Tá Muvuca, mas quem é a Carla?

Carla é formada em Moda e Publicidade, se especializou em jornalismo de moda, consultoria de imagem e marketing digital. Já foi personal stylist de atrizes globais, blogueira convidada da novela Verdades Secretas, teve participações nos programas da Rede Globo Esquenta e Encontro com Fátima Bernardes, além de cobrir semanas de moda internacionais como NYFW (Semana de Moda de Nova York) e LFW (Semana de Moda de Londres). Em 2014 foi condecorada pela ALERJ por seu trabalho de promoção da moda carioca. 

É criadora do blog Modices, uma plataforma independente de moda, cultura e empoderamento. O blog é uma plataforma sobre moda, cultura e um dos veículos digitais pioneiros na produção de conteúdo de moda original. Em 2016, o Modices se tornou propositalmente um veículo feminista, usando seu espaço para promover a representatividade e o empoderamento através da moda.

Prepara teu Look do Dia que essa tem tudo pra ser a It Palestra da Muvuca.



domingo, 6 de novembro de 2016

// //
Na sequência da nossa série de palestras, teremos o Henrique Silveira, fotógrafo do Coletivo Mídia Ninja.

Tá Muvuca, mas quem é o Henrique?

Henrique Silveira tem 25 anos, é produtor Cultural, e faz parte da Casa Fora do Eixo de Macapá, que é ligada ao Circuito Fora do Eixo, uma rede de trabalho formada por mais de 90 Pontos em todo o país e realiza uma série de ações estruturantes com foco nos setores de comunicação livre, distribuição, circulação, linguagens artísticas, sustentabilidade, economia solidária e políticas culturais. Ele é fotógrafo no Coletivo Mídia Ninja, rede de comunicadores que produzem e distribuem informação em movimento, agindo e comunicando, apostando na lógica colaborativa de criação e compartilhamento de conteúdo, característica da sociedade em rede, para realizar reportagens, documentários e investigações no Brasil e no mundo, além de atuar como videomaker.

Henrique é responsável pela produção dos festivais "Quebramar" (2011,2012, 2013); "Grito Rock América Latina" (2011, 2012, 2013); "VII Fórum PanAmazônico" (2014). Coordenou o "Grito Rock Mundo (edição Amapá), de 2011 a 2014. Além disso, foi assistente de produção no clipe "Proposta Indecente" da cantora paraense Aíla Magalhães em 2013 e no curta Diário Tucuju, do cineasta Chico Serragrande com coprodução Rio de Janeiro/Amapá.


E aí, ficou ansioso pra conhecer o Henrique? Te prepara que a Muvuca na Cumbuca 2016 tá chegando.





sábado, 5 de novembro de 2016

// //
E aí, Muvuqueiro, preparado para conhecer um pouco mais sobre nossos palestrantes desse ano?

Esse é o primeiro palestrante convidado para encher a nossa cumbuca, o Roger Elarrat, jornalista e diretor de cinema, TV e publicidade.

Tá Muvuca, mas quem é o Roger?

Roger nasceu em Belém, é jornalista e diretor de cinema, TV e publicidade. Trabalha na criação de pilotos e direção de projetos especiais na TV Cultura do Pará, como a criação e direção de aberturas de programas, vinhetas, campanhas de programações especiais, além da direção semanal de programas como “Serenata Dum-dum”, “Arquivo Cultura”, “Cultura.doc”.

Seu último trabalho foi ao ar em junho desse ano, como diretor da série de ficção “Squat na Amazônia”, de 5 episódios, que conta a história de um coletivo de jovens que fazem uma ocupação artística em um casarão antigo no centro de Belém. O projeto foi vencedor da Prodav 8, que é uma chamada pública para produções independentes da região norte do Brasil.

Desde 2011, Roger é diretor de produções independentes para cinema e televisão na produtora Visagem Filmes. Os maiores destaques são o curta em stop motion “Visagem!”, realizado em 2006, o documentário “Chupa-chupa: a história que veio do céu”, lançado pelo DOCTV III em 2007, e o curta-metragem “Juliana contra o Jambeiro do Diabo pelo coração de João Batista”, vencedor do edital MINC 2009 e lançado no Festival de Cannes de 2012.


O diretor já tem dois projetos aprovados para 2017: ele roteirizou e dirige o longa metragem vencedor do edital do MinC (Longa B.O.), “Do fundo dos rios, Nirvana”, e a série “Sacoleiros S/A”, vencedora da chamada pública da Ancine, com 13 episódios de 26 minutos cada.